Semba I

60

minutos

Nível 1
Limite de Participantes
Professores

Considerado o pai da Kizomba, o Semba é uma dança de salão urbana com origem em Angola. É dançada a par, ao som do ritmo com o mesmo nome, com passadas distintas dos cavalheiros, seguidas pelas damas em passos totalmente largos onde a destreza e imaginação dos cavalheiros conta muito a nível de improvisação. O Semba caracteriza-se como uma dança de passadas.

Como ritmo constitui-se hoje como importante património cultural nacional. Surge, em Angola, na transição da música popular para a cidade  como forma de expressão dos grupos pro-independência, que nos anos 50 encontravam deste modo, cantando no dialecto “kimbundu”, o veículo para espalhar a mensagem. Assim nos conta Carlos Burity, artista angolano que iniciou a sua carreira na década de 70: ” Semba é morte, Semba é vida (…) O Semba que traz liberdade, o Semba da nossa bandeira (…) É a voz que me faz suportar, o orgulho em ser Angolano”.